Ultimi post
Powered by Blogger.

Mais Uma de Amor - Martha Medeiros


Ancora un'Altra d'amore

Che alcune persone non credano che l'uomo sia stato sulla luna, questo è ancora accettabile, ma ci sono persone che non credono nell'amore e questo è imperdonabile. Possiamo non credere a ciò che vedono i nostri occhi, ma non possiamo disconoscere ciò che sentiamo. Sei già rimasto a bocca asciutta davanti ad una persona? Hai già temuto che lei ascoltasse i battiti del tuo cuore? Bene, tutto questo non è una prova d'amore, è appena di ansia. L'amore è altro.

L'amore è quando tu credi che la persona con la quale avevi una relazione era egoista, possessiva e infantile e questo non riduce per niente la tua nostalgia, non impedisce che la cosa che più ti piacerebbe in questo istante è quella di toccare i capelli di quell'egoista, possessiva e infantile.

L'amore è quando non comprendi bene alcune cose, anche avendo il QI più alto della classe, anche avendo padronanza del pensiero di Socrate, Plutone e Nietzche. Le domande semplici restano senza risposta, come per esempio: com'è che io, essendo così bravo, onesto e con un cuore così grande, non riesco a farle capire che lei sarebbe stata la persona più felice del mondo al mio lato?

L'amore è quando trascorri giorni senza vedere chi ami, dopo passano mesi e allora conosci un'altra persona e passano decenni e nemmeno ricordi più il passato e un giorno qualunque di un anno qualunque ti guardi allo specchio e pensi: come ho fatto ad ingannarmi durante tutto questo tempo?

L'amore è quando senti che saresti capace di legare i lacci di una scarpa da ginnastica con una sola mano o di far smettere di piovere solo con la forza del pensiero nel caso in cui la persona che ami ti desse un sì così grande.

L'amore è quando conosci minuziosamente le ragioni che impediscono alla tua relazione di avere successo, è quando hai la certezza che sareste molto felici insieme, è quando non hai la minore speranza che accada un miracolo e questa sensazione non impedisce di farti piangere di nascosto quando ascolti una canzone che ricorda i tuoi 14 anni, quando credevi nei miracoli.

Tutto questo può sembrare un gran dolore, ma è un grande dono, perchè l'esistenza dell'amore è ricordata tutto il tempo. Il dolore è quando siamo in una relazione così facile, così automatica, così pratica e funzionale che dimentichiamo addirittura che è anche amore.

Martha Medeiros


I libri di Martha Medeiros sono acquistabili consultando i cataloghi Amazon e La Feltrinelli. I siti propongono i testi in varie lingue, compresa l'originale. Grazie al servizio offerto dalle note aziende, è possibile comprare le pubblicazioni anche ad un prezzo più conveniente:


Mais uma de amor

Que algumas pessoas não acreditem que o homem esteve mesmo na lua, dá até pra entender, mas tem gente que não acredita em amor, e isso é imperdoável. Podemos não acreditar no que nossos olhos vêem, mas não podemos desacreditar no que sentimos. Você já ficou com a boca seca diante de uma pessoa? Já teve receio de ela estar ouvindo as batidas do seu coração? Bem, isso tudo não é prova de amor, apenas de ansiedade. Amor é outra coisa.

Amor é quando você acha que a pessoa com quem você se relacionava era egoísta, possessiva e infantilóide e isso não reduz em nada a sua saudade, não impede que a coisa que você mais gostaria neste instante é de estar tocando os cabelos daquela egoísta, possessiva e infantilóide.

Amor é quando você não compreende direito algumas coisas, mesmo tendo o QI mais elevado da turma, mesmo dominando o pensamento de Sócrates, Plutão e Nietzche. Perguntas simples ficam sem resposta, como por exemplo: como é que eu, sendo tão boa gente, tão honesto e com um coração tão grande, não consigo fazê-la perceber que ela seria a pessoa mais feliz do mundo ao meu lado?

Amor é quando você passa dias sem ver quem você ama, depois passam-se meses, e aí você conhece outra pessoa e passam-se décadas, e você já nem lembra mais do passado, e um dia qualquer de um ano qualquer você se olha no espelho e pensa: como é que eu consegui enganar a mim mesmo durante todo esse tempo?

Amor é quando você sente que seria capaz de amarrar o cadarço de um tênis com uma única mão ou de fazer a chuva parar só com a força do pensamento caso a pessoa que você ama lhe mandasse um sim deste tamanho.

Amor é quando você sabe tintim por tintim as razões que impedem o seu relacionamento de dar certo, é quando você tem certeza de que seriam muito infelizes juntos, é quando você não tem a menor esperança de um milagre acontecer, e essa sensatez toda não impede de fazê-lo chorar escondido quando ouve uma música careta que lembra os seus 14 anos, quando você acreditava em milagres.

Tudo isso pode parecer uma grande dor, mas é uma grande dádiva, porque a existência do amor está toda hora sendo lembrada. Dor é quando a gente está numa relação tão fácil, tão automática, tão prática e funcional que a gente até esquece que também é amor.

Item Reviewed: Mais Uma de Amor - Martha Medeiros Rating: 5 Reviewed By: Gianluigi D'Agostino