Ultimi post
Powered by Blogger.

Tanta Saudade – Djavan/Chico Buarque

Djavan

  

Na Pista Etc. – Djavan   

Anno: 2008  
Etichetta:  Indie Brasil  


Il disco “Na Pista Etc” è acquistabile su:




Tanta Saudade

 

Era tanta saudade  
É pra matar  
Eu fiquei até doente  
Eu fiquei até doente, menina  
Se eu não mato a saudade  
É, deixa estar  
A saudade mata a gente  
A saudade mata a gente

 

Quis saber o que é o desejo  
De onde ele vem  
Fui até o centro da terra  
E é mais além  
Procurei uma saída  
O amor não tem  
Estava ficando louco  
Louco, louco de querer bem  
Quis chegar até o limite  
De uma paixão  
Baldear o oceano  
Com a minha mão  
Encontrar o sal da vida  
E a solidão  
Esgotar o apetite  
Todo o apetite do coração

   

Mas voltou a saudade  
É, pra ficar  
Ai, eu encarei de frente  
Ai, eu encarei de frente, menina  
Se eu ficar na saudade  
É, deixa estar  
A saudade engole a gente  
A saudade engole a gente, menina

               

Ai amor, miragem minha  
Minha linha do horizonte  
É monte atrás de monte, é monte  
A fonte nunca mais que seca  
Ai, saudade, inda sou moço  
Aquele poço não tem fundo  
É um mundo e dentro um mundo  
E dentro um mundo e dentro um mundo  
E dentro é o mundo que me leva

Tanta Saudade

  

Era tanta saudade

Da uccidere

Io sono stato anche male

Io sono stato anche

male, ragazzina

Se non sconfiggo la saudade

E’ così, lascia stare

La saudade ci ucciderà

La saudade ci ucciderà

 

Ho voluto sapere cosa fosse il 
desiderio

Da dove proviene

Sono stato sino al centro della terra

E lui è ancora oltre

Ho cercato un’uscita

L’amore non ne ha

Stavo diventando pazzo

Pazzo, pazzo di voler bene

Sono arrivato sino al limite

Di una passione

Travasare l’oceano

Con la mia mano

Trovare il sale della vita

E la solitudine

Esaurire l’appetito

Tutto l’appetito del cuore

 

Ma è ritornata la saudade

E’ così, per restare

Allora, l’ho affrontata

Allora, l’ho affrontata, ragazzina

Se resto con la saudade

E’ così, lascia stare

la saudade ci ingoierà

La saudade ci ingoierà, ragazzina

 

Allora amore, mio miraggio

Mia linea dell’orizzonte

E’ monte dietro monte, è monte

La fonte non si asciuga mai

Allora, saudade, ancora 
sono ragazzo

Quel pozzo non ha fondo

E’ un mondo dentro un mondo

E dentro un mondo e dentro un 
mondo

E dentro è il mondo che mi porta.

Torna alla scheda dell’artista

DJAVAN 

Torna alla scheda dell’album

NA PISTA ETC

*traduzione non ufficiale

Item Reviewed: Tanta Saudade – Djavan/Chico Buarque Rating: 5 Reviewed By: Gianluigi D'Agostino