Ultimi post
Powered by Blogger.

Dentro de Mim Mora um Anjo – Cacaso

Cacaso

 
    
Cacaso 

13 marzo 1944, Uberaba 
27 dicembre 1987, Rio de Janeiro

 

 

 

 


Dentro de Mim Mora um Anjo 
       
Quem me vê assim cantando 
não sabe nada de mim 
dentro de mim mora um anjo 
que tem a boca pintada 
que tem as asas pintadas 
que tem as unhas pintadas 
que passa horas a fio 
no espelho do toucador 
dentro de mim mora um anjo 
que me sufoca de amor 
Dentro de mim mora um anjo 
montado sobre um cavalo 
que ele sangra de espora 
ele é meu lado de dentro 
eu sou seu lado de fora 
Quem me vê assim cantando 
não sabe nada de mim 
Dentro de mim mora um anjo 
que arrasta as suas medalhas 
e que batuca pandeiro 
que me prendeu nos seus laços 
mas que é meu prisioneiro 
acho que é colombina 
acho que é bailarina 
acho que é brasileiro


Dentro di Me Vive un Angelo

      

Chi mi vede cantando così

Non sa niente di me

Dentro di me vive un angelo

Che ha la bocca dipinta

Che ha le ali dipinte

Che ha le unghia dipinte

Che passa ore di fila

Dinanzi lo specchio della toilette

Dentro di me vive un angelo

Che mi soffoca d’amore

Dentro di me vive un angelo

Montato a un cavallo

Che sanguina per gli speroni

Lui è il mio lato di dentro

Io sono il suo lato di fuori

Chi mi vede cantando così

Non sa nulla di me

Dentro di me vive un angelo

Che trascina le proprie medaglie

E che suona il pandeiro

Che mi ha legato ai suoi lacci

Ma che è mio prigioniero

Credo sia Colombina

Credo sia ballerina

Credo sia brasiliano  

 Torna alla scheda dell’autore

 CACASO

*traduzione non ufficiale

Item Reviewed: Dentro de Mim Mora um Anjo – Cacaso Rating: 5 Reviewed By: Gianluigi D'Agostino