Ultimi post
Powered by Blogger.

Vida Louca Vida - Bernardo Vilhena/Lobão

         

O Tempo Nao Para – Cazuza 

Anno: 1988 
Etichetta:  Polygram, Universal Music
 


Il disco “O Tempo Nao Para” di Cazuza è disponibile per l’acquisto su: 
Amazon.it e iTunes


Vida Louca Vida 
               

Vida louca vida 
Vida breve 
Já que eu não posso te levar 
Quero que você me leve 
Vida louca vida 
Vida imensa 
Ninguém vai nos perdoar 
Nosso crime não compensa
   
 
Quando ninguém olha quando você passa Você logo acha “Eu tô carente" 
"Eu sou manchete popular" 
Tô cansado de tanta babaquice, tanta
caretice 
Desta eterna falta do que falar
     
Se ninguém olha quando você passa 
Você logo acha que a vida voltou ao
normal 
Aquela vida sem sentido, volta sem perigo 
É a mesma vida sempre igual
     
 
Se alguém olha quando você passa 
Você logo diz "Palhaço" 
Você acha que não tá legal 
Perde todos os sentidos 
Corre sempre um perigo 
Você passa mal
   
Vida louca vida 
Vida breve 
Já que eu não posso te levar 
Quero que você me leve 
Vida louca vida 
Vida imensa 
Ninguém vai nos perdoar 
Nosso crime não compensa
  
Se ninguém olha quando você passa 
Você logo acha "Eu tô carente" 
"Eu sou manchete popular" 
Tô cansado de tanta caretice, tanta
babaquice 
Desta eterna falta do que falar
  
Vida louca vida 
Vida breve 
Já que eu não posso te levar 
Quero que você me leve 
Vida louca vida 
Vida imensa 
Ninguém vai nos perdoar 
Nosso crime não compensa

Vita Pazza Vita

   

Vita pazza vita

Vita breve

Visto che non posso portarti

Voglio che tu mi porti

Vita pazza vita

Vita immensa

Nessuno ci perdonerà

Il nostro crimine non si
compensa

   

Quando nessuno ti osserva
mentre passi

Subito pensi “Mi manca
qualcosa”

“Sono un titolone da giornale
popolare”

Sono stanco di tante stupidaggini,

tanti preconcetti

Di questa eterna mancanza di
argomenti

   

Se nessuno ti guarda quando
passi

Subito credi che la vita è tornata
alla normalità

Quella vita senza senso, torna
senza pericolo

E’ la stessa vita sempre uguale

 

Se qualcuno ti osserva mentre
passi

Dici subito “Pagliaccio”

Credi che non sia bello

Perde tutti i significati

Corri sempre un pericolo

Ti senti male

 

Vita pazza vita

Vita breve

Visto che non posso portarti

Voglio che tu mi porti

Vita pazza vita

Vita immensa

Nessuno ci perdonerà

Il nostro crimine non compensa

  

Se nessuno ti guarda quando
passi

Subito pensi “Mi manca qualcosa”

“Sono un titolone da giornale
popolare”

Sono stanco di tante stupidaggini, tanti preconcetti

Di questa eterna mancanza di
argomenti

            

Vita pazza vita

Vita breve

Visto che non posso portarti

Voglio che tu mi porti

Vita pazza vita

Vita immensa

Nessuno ci perdonerà

Il nostro crimine non compensa

 

Torna alla scheda dell’artista

CAZUZA

Torna alla scheda dell’album

O TEMPO NAO PARA

*traduzione non ufficiale

Item Reviewed: Vida Louca Vida - Bernardo Vilhena/Lobão Rating: 5 Reviewed By: Gianluigi D'Agostino