Ultimi post
Powered by Blogger.

Murmúrio – Cecilia Meireles

     

Cecilia Meireles  

7 novembre 1901, Tijuca 
9 novembre 1964, Rio de Janeiro  




I testi di Cecilia Meireles possono essere acquistati su: Amazon, LaFeltrinelli.it, eAbebooks.it

 

   

Murmúrio 
     
Traze-me um pouco das 
sombras serenas 
que as nuvens transportam 
por cima do dia! 
Um pouco de sombra, apenas, 
-vê que nem te peço alegria. 
        
Traze-me um pouco da 
alvura dos luares 
que a noite sustenta 
no teu coração! 
A alvura, apenas, dos ares: 
- vê que nem te peço ilusão.  
                
Traze-me um pouco da tua 
lembrança, aroma perdido, 
saudade da flor! 
- Vê que nem te digo- 
-esperança! 
- Vê que nem sequer 
sonho - amor!

Mormorio

 

Portami un poco delle

ombre serene

che le nuvole trasportano

in cima al giorno!

Un poco d’ombra, appena,

- vedi che non ti chiedo anche

l’allegria.

 

Portami un poco

della candidezza del bianco di luna

che la notte sostiene

nel tuo cuore!

La candidezza, appena, dell’aria:

- vedi che non ti chiedo anche

l’illusione

 

Portami un poco del tuo

ricordo, aroma perduto,

saudade del fiore!

-Vedi che non ti dico -

- speranza!

- Vedi  che nemmeno

sogno- amore!

 Torna alla scheda dell’autore

 CECILIA MEIRELES

*traduzione non ufficiale

Item Reviewed: Murmúrio – Cecilia Meireles Rating: 5 Reviewed By: Gianluigi D'Agostino