Ultimi post
Powered by Blogger.

Luis Fernando Verissimo, lo scrittore prolifico

Luis Fernando Verissimo nacque il 26 settembre del 1936 a Porto Alegre, nel Rio Grande do Sul. Figlio del grande scrittore Erico Verissimo, iniziò i suoi studi nell' Instituto Porto Alegre, passando anche per le scuole degli USA quando visse lì a causa del lavoro del padre (professore presso una università in California). Ritornò negli Stai Uniti quando aveva 16 anni, studiando presso la Roosevelt High School di Washington, si appassionò anche per la musica. Luis attualmente è uno degli scrittori più letti in Brasile. Ha una cultura molto vasta, ciò si evince anche dalla molteplicità dei temi trattati. Luis è inseparabile dal suo sassofono. E' sposato ed ha tre figli.
Come giornalista, iniziò la sua carriera nel giornale Zero Hora a Porto Alegre verso la fine del 1966, ricoprendo diverse mansioni. Lavorò anche come traduttore a Rio de Janeiro. A partire dal 1969, cominciò a scrivere articoli firmati. Infatti, la propria colonna sostituì quella di Jockyman, nel giornale Zero Hora. Nel 1970 iniziò a lavorare per il giornale Folha da Manha. Il suo successo come colonnista gli ha garantito, nel 1975, la pubblicazione di una raccolta di suoi articoli: A Grande Mulher Nua.
Non gli fu estraneo nemmeno il mondo televisivo, lavorando prima per il programma Planeta dos Homens e, più recentemente, fornendo materiale per una serie televisiva, Comedias da Vida Privada, basata su un suo omonimo libro.
Luis è uno scrittore prolifico, basti citare alcuni titoli: As Cobras e Outros Bichos, Pega pra Kapput!, Ed Mort em "Procurando o Silva", Ed Mort em "Disneyworld Blues", Ed Mort em "Com a Mão no Milhão", Ed Mort em "A Conexão Nazista", Ed Mort em "O Seqüestro do Zagueiro Central", Ed Mort e Outras Histórias, O Jardim do Diabo, Pai não Entende Nada, Peças Íntimas, O Santinho, Zoeira , Sexo na Cabeça, O Gigolô das Palavras, O Analista de Bagé,A Mão Do Freud, Orgias, As Aventuras da Família Brasil, O Analista de Bagé,O Analista de Bagé em Quadrinhos, Outras do Analista de Bagé, A Velhinha de Taubaté, A Mulher do Silva, O Marido do Doutor Pompeu,  A Mesa Voadora, Traçando Paris.
Oltre a ciò, Luis scrive storie pubblicate sulle riviste Playboy, Claudia, Domingo, Veja e nei giornali Zero Hora, Folha de Sao Paulo, Jornal do Brasil e O Globo.
Luis, persona timida e geniale, nel carnevale del 2000 fu omaggiato da una scuola di samba della propria terra natia.



Libri dell'autore acquistabili cliccando sui seguenti cataloghi:




Bibliografia:

Storie e racconti:
  • A Grande Mulher Nua 
  •  Amor brasileiro 
  •  Aquele Estranho Dia que Nunca Chega 
  •  A Mãe de Freud 
  •  A Mesa Voadora 
  •  A Mulher do Silva 
  •  As Cobras 
  •  A velhinha de Taubaté 
  •  A versão dos afogados – Novas comédias da vida pública 
  •  Comédias da Vida Privada 
  •  Comédias da Vida Pública 
  •  Ed Mort em “O seqüestro o zagueiro central” 
  •  Ed Mort em “Com a Mão no Milhão"
  •  Ed Mort e Outras Histórias 
  •  Ed Mort em “Procurando o Silva” 
  •  Ed Mort em Disneyworld Blues
  • As Cobras em “Se Deus existe que eu seja atingido por um raio” 
  •  As Aventuras da Família Brasil, Parte II
  •  História de Amor 22 
  •  Ler Faz a Cabeça, V.1
  •  Ler Faz a Cabeça, V.3 
  •  Novas Comédias da Vida Privada 
  •  O Analista de Bagé em Quadrinhos 
  •  O Marido do Dr. Pompeu 
  •  O Popular
  •  O Rei do Rock 
  •  Orgias 
  •  O Suicida e o Computador 
  •  Outras do Analista de Bagé 
  •  Para Gostar de Ler, V.13 - "Histórias Divertidas"
  •  Para Gostar de Ler, V.14 
  •  Para Gostar de Ler, V.7 – "Crônicas"
  •  Peças Íntimas 
  •  Separatismo; Corta Essa! 
  •  Sexo na Cabeça 
  •  Todas as comédias 
  •  Zoeira 
  •  A eterna privação do zagueiro absoluto 
  •  Comédias para se ler na escola 
  •  As mentiras que os homens contam 
  •  Histórias brasileiras de verão 
  •  Aquele estranho dia que nunca chega 
  •  Banquete com os Deuses 
  • Os últimos quartetos de Beethoven e outros contos

Romanzi:
  • Borges e os Orangotangos Eternos 
  •  Gula - O Clube dos Anjos 
  •  O Jardim do Diabo 
  •  O opositor 

Poesia:
  • Poesia numa hora dessas?!

Libri per l'infanzia:
  • O arteiro e o tempo 
  • O Santinho 
  • Pof 

Viaggi - Cucina:
  • América
  • Traçando Japão 
  • Traçando Madrid 
  • Traçando New York 
  • Traçando Paris 
  • Traçando Ponto de Embarque para Viajar 1 
  • Traçando Ponto de Embarque para Viajar 2 
  • Traçando Porto Alegre 
  • Traçando Roma

Antologie:
  • Para gostar de ler Júnior - Festa de criança 
  • As noivas do Grajaú 
  • Todas as histórias do Analista de Bagé 
  • Ed Mort - Todas as histórias 
  • Comédias da vida privada 
  • Para gostar de ler, v. 14 
  • Pai não entende nada 
  • Zoeira 
  • O gigolô das palavras 

Partecipazioni in raccolte:
  • Para entender o Brasil - Organização de Luiz Antonio Aguiar. Alegro, 2001. Testo: “O cinismo de (todos) nós”.
  • Os cem melhores contos brasileiros do século - Organização de Ítalo Moriconi. Objetiva, 2000. Testo: “Conto de verão nº 2 - Bandeira branca”.
  • O desafio ético - Organização de Ari Roitman. Garamond, 2000. Testo: “O poder do nada”.
  • Para gostar de ler, volume 22 - Histórias de amor - Ática, 1999. Testo: “Uma surpresa para Daphne”.
  • Porto Alegre - Memória escrita - Organização Zilá Bernd. Universidade Editorial, 1998. Testo: “Bola de cristal”.
  • Contos para um Natal brasileiro - Relume Dumará, 1996. Testo: “White Christmas”.
  • Contos brasileiros - Organização de Sérgio Faraco. L&PM, 1996. Testo: “A missão”.
  • Democracia: Cinco princípios e um fim - Ilustrações de Siron Franco. Organização de Carla Rodrigues. Moderna, Coleção Polêmica, 1996. Testo: “Igualdade”.
  • Continente Sul/Sur - IEL, 1996. Testo: “Conversa de velho”.
  • O Rio de Janeiro continua lindo - Memória Viva, 1995. Texto: “Vitória carioca”.
  • Passeios pela Zona Norte - Centro Cultural Gama Filho, 1995. Testo: “As noivas do Grajaú”.
  • E o Bento levou (charges) - Mercado Aberto, 1995.
  • Amigos secretos - Artes e Ofícios, 1994. Testo: “Casados x solteiros”.
  • A cidade de perfil - Organização de Sérgio Faraco. Centro Cultural Porto Alegre, 1994. Testi: “A mal entendida”, “A compulsão” e “Soluções”.
  • Separatismo - Corta essa! (cartuns) - L&PM, 1993.
  • Para gostar de ler, volume 13 - Histórias divertidas - Ática, 1993. Testi: “Atitude suspeita” e “O casamento”
  • O humor nos tempos do Collor - Com Jô Soares e Millôr Fernandes. L&PM, 1992.
  • Nós, os gaúchos - Editora da Universidade, 1992. Testo: “A cidade que não está no mapa”.
  • Cronistas do Estadão - Organização de Moacir Amâncio. O Estado de S. Paulo, 1991.Testo: “Negociações”.
  • A palavra é humor - Scipione, 1990. Testo: “Lixo”.
  • Ler faz a cabeça, volumes 1, 2 e 3 - Pedagógica e Universitária, 1990.
  • Crônicas de amor - Ceres, 1989. Testos: “Amores”.
  • Sombras e luzes - Um olhar sobre o século - Organização de Hélio Nardi Filho. L&PM, 1989. Testo: “À beira do tapete, à beira do espaço”
  • O novo conto brasileiro - Nova Fronteira, 1985.
  • Rodízio de contos - Mercado Aberto, 1985. Testo: “Tronco”.
  • Memórias (Revista Oitenta nº6) - L&PM, 1982.
  • Temporal na Duque (Revista Oitenta nº 5) - L&PM, 1981.
  • Para gostar de ler, volume 7 - Crônicas. Ática, 1981. Testi: “Confuso”, “Futebol de rua”, “Comunicação”, “Emergência” e “Matemática”.
  • Toda a verdade sobre Brigitte D’Anjou (Revista Oitenta nº 3) - L&PM, 1980.
  • Condomínio (Revista Oitenta nº 2) - L&PM, 1980.
  • Humor de sete cabeças (charges e cartuns) - Sulbrasileiro Seguros Gerais, 1978.
  • Antologia brasileira do humor - L&PM, 1976.
  • O tubarão - L&PM, 1976.
  • QI 14 - Garatuja, 1975.

Item Reviewed: Luis Fernando Verissimo, lo scrittore prolifico Rating: 5 Reviewed By: Gianluigi D'Agostino