Ultimi post
Powered by Blogger.

O Apanhador de Desperdicios - Manoel de Barros




Il Raccoglitore di Spreco


Uso la parola per comporre i miei silenzi.
Non mi piacciono le parole
stanche di informare.
Do più rispetto
a chi vive con la pancia a terra
tipo acqua pietra rospo.
Conosco bene l'accento delle acque.
Porto rispetto per le cose non importanti
e per gli esseri non importanti.
Apprezzo più gli insetti che gli aeroplani.
Apprezzo la velocità
delle tartarughe più di quella dei missili.
Ho in me questo ritardo nel nascere.
Fui predisposto
per amare i passerotti.
Ho abbondanza di felicità per questo.
Il mio cortile è più grande del mondo.
Sono un raccoglitore di spreco:
Amo gli avanzi
mangio le buone mosche.
Vorrei che la mia voce avesse la forma di un canto.
Perchè io non sono da informatica:
sono da inventomatica.
Uso la parola solo per comporre i miei silenzi.

Manoel de Barros


O Apanhador de Desperdicios


Uso a palavra para compor meus silêncios.
Não gosto das palavras
fatigadas de informar.
Dou mais respeito
às que vivem de barriga no chão
tipo água pedra sapo.
Entendo bem o sotaque das águas.
Dou respeito às coisas desimportantes
e aos seres desimportantes.
Prezo insetos mais que aviões.
Prezo a velocidade
das tartarugas mais que as dos mísseis.
Tenho em mim esse atraso de nascença.
Eu fui aparelhado
para gostar de passarinhos.
Tenho abundância de ser feliz por isso.
Meu quintal é maior do que o mundo.
Sou um apanhador de desperdícios:
Amo os restos
como as boas moscas.
Queria que a minha voz tivesse um formato de canto.
Porque eu não sou da informática:
eu sou da invencionática.
Só uso a palavra para compor os meus silêncios.

Item Reviewed: O Apanhador de Desperdicios - Manoel de Barros Rating: 5 Reviewed By: Gianluigi D'Agostino