Ultimi post
Powered by Blogger.

Desafinado - Tom Jobim/Joao Gilberto


Stonato

Quando canto, tu mi blocchi
Ed è sempre la stessa storia
Dici che stono, che non so cantare
Tu sei così bella, ma anche la tua bellezza potrebbe restare ingannata

Se dici che stono amore
Sappi che ciò mi causa un immenso dolore
Solo i privilegiati hanno udito pari al tuo
Io ho solo quello che mi ha dato Dio

Se insisti in classificare
Il mio comportamento come non musicale
Io, a costo di mentire, devo risponderti
Che questa è Bossa Nova ed è molto naturale

Ciò che non sai e che nemmeno immagini
E' che anche gli stonati hanno un cuore
Ti ho fotografata con la mia Rolley-Flex
Si è rivelata la tua enorme ingratitudine

Non puoi parlare così del mio amore
E' il più grande che possa trovare
Tu con la tua musica hai dimenticato l'aspetto principale
Che nel petto degli stonati
Nel profondo del petto batte silenzioso
Che anche nel petto degli stonati batte un cuore.

Antonio Carlos Jobim/Newton Mendonça


Desafinado

Quando eu vou cantar, você não deixa
E sempre vêm a mesma queixa
Diz que eu desafino, que eu não sei cantar
Você é tão bonita, mas tua beleza também pode se enganar

Se você disser que eu desafino amor
Saiba que isto em mim provoca imensa dor
Só privilegiados têm o ouvido igual ao seu
Eu possuo apenas o que Deus me deu

Se você insiste em classificar
Meu comportamento de anti-musical
Eu mesmo mentindo devo argumentar
Que isto é Bossa Nova, isto é muito natural

O que você não sabe nem sequer pressente
É que os desafinados também têm um coração
Fotografei você na minha Rolley-Flex
Revelou-se a sua enorme ingratidão

Só não poderá falar assim do meu amor
Este é o maior que você pode encontrar
Você com a sua música esqueceu o principal
Que no peito dos desafinados
No fundo do peito bate calado
Que no peito dos desafinados também bate um coração

Item Reviewed: Desafinado - Tom Jobim/Joao Gilberto Rating: 5 Reviewed By: Gianluigi D'Agostino