Ultimi post
Powered by Blogger.

Senhas (canzone) – Adriana Calcanhotto

Adriana_Calcanhotto_-_Senhas

       

Senhas – Adriana Calcanhotto

Anno: 1992 
Etichetta:  CBS/Columbia


L’album è scaricabile su iTunes


Senhas
    
Eu não gosto do bom gosto
Eu não gosto de bom senso
Eu não gosto dos bons modos
Não gosto

Eu aguento até rigores
Eu não tenho pena dos traídos
Eu hospedo infratores e banidos
Eu respeito conveniências
Eu não ligo pra conchavos
Eu suporto aparências
Eu não gosto de maus tratos

Mas o que eu não gosto é do bom gosto
Eu não gosto de bom senso
Eu não gosto dos bons modos
Não gosto

Eu aguento até os modernos
E seus Segundos Cadernos
Eu aguento até os caretas
E suas verdades perfeitas

O que eu não gosto é do bom gosto
Eu não gosto de bom senso
Eu não gosto dos bons modos
Não gosto

Eu aguento até os estetas
Eu não julgo competência
Eu não ligo pra etiqueta
Eu aplaudo rebeldias
Eu respeito tiranias
E compreendo piedades
Eu não condeno mentiras
Eu não condeno vaidades

O que eu não gosto é do bom gosto
Eu não gosto de bom senso
Não, não gosto dos bons modos
Não gosto

Eu gosto dos que têm fome
Dos que morrem de vontade
Dos que secam de desejo
Dos que ardem

Eu gosto dos que têm fome
E morrem de vontade
Dos que secam de desejo
Dos que ardem

Segnali
  
Non mi piace il buon gusto
Non mi piace il buon senso
Non mi piacciono le buone
maniere
Non mi piacciono 
 
Io sopporto anche i rigori
Non ho pena dei traditi
Ospito trasgressori e esiliati
Rispetto le convenienze
Non do importanza
alle collusioni
Sopporto le apparenze
Non mi piacciono i
maltrattamenti
 
Ma ciò che non mi piace è il
buon gusto
Non mi piace il buon senso
Non mi piacciono le
buone maniere
Non mi piacciono 
   
Io sopporto anche i moderni
E i loro Segundus Cadernos1
Io sopporto anche le smorfie
E le loro verità perfette
  
Ciò che non mi piace è il
buon gusto
Non mi piace il buon senso
Non mi piacciono le
buone maniere
Non mi piacciono
 
 
Io sopporto anche gli esteti
Non giudico la competenza
Non m’interessa l’etichetta
Applaudo la ribellione
Rispetto le tirannie
E comprendo le pietà
Non condanno le bugie
Non condanno le vanità

Ciò che non mi piace è il
buon gusto
Non mi piace il buon senso
Non mi piacciono le
buone maniere
Non mi piacciono
 
 
Mi piacciono quelli che hanno 
fame
Quelli che muoiono
volontariamente
Quelli che seccano per il
desiderio
Quelli che ardono
 
Mi piacciono quelli che
hanno fame
E muoiono
volontariamente
Quelli che seccano per il
desiderio
Quelli che ardono

Torna alla scheda dell’artista

ADRIANA CALCANHOTTO

Torna alla scheda dell’album

SENHAS

*traduzione non ufficiale

1 – la pagina del giornale O Globo dedicata a cultura e spettacoli

Item Reviewed: Senhas (canzone) – Adriana Calcanhotto Rating: 5 Reviewed By: Gianluigi D'Agostino