Ultimi post
Powered by Blogger.

Velho - Cora Coralina


Vecchio

Sei morto, sei vecchio, sei stanco!
Come un succo di lacrime spremute
Eccole, le rughe, le indefinite
Notti dell'essere vinto e sfinito.
Voltati oh crepuscolo gelato
Che taciturno vai velando le vite
Dinanzi il riposo in musiche gementi
Nel profondo cuore lacerato.
La testa inclinata per la fatica,
Sente la morte taciturna ed amica,
Che i tuoi circoli nervosi governa.
Sei vecchio, sei morto! Il dolore, delirio,
Anima lacerata per il martirio
Oh disperazione dell'eterna disgrazia.


Velho

Estás morto, estás velho, estás cansado!
Como um suco de lágrimas pungidas
Ei-las, as rugas, as indefinidas
Noites do ser vencido e fatigado.
volve-te o crepúsculo gelado
Que vai soturno amortalhando as vidas
Ante o repouso em músicas gemidas
No fundo coração dilacerado.
A cabeça pendida de fadiga,
Sentes a morte taciturna e amiga,
Que os teus nervosos círculos governa.
Estás velho estás morto! Ó dor, delírio,
Alma despedaçada de martírio
Ó desespero da desgraça eterna.

Item Reviewed: Velho - Cora Coralina Rating: 5 Reviewed By: Gianluigi D'Agostino